Dias Toffoli ordena que Petrobras abasteça navios iranianos

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, determinou que a Petrobras forneça combustível para os dois navios iranianos parados há quase 50 dias no porto de Paranaguá, no estado do Paraná, no sul do Brasil.


A estatal brasileira vinha se negando a vender o combustível, alegando que os navios estão na lista de empresas sancionadas pelo governo de Donald Trump, dos Estados Unidos, o que poderia implicar sanções também ao Brasil.


Toffoli, por sua vez, argumentou que a empresa brasileira Eleva Química, a responsável pelas embarcações, não está na lista americana. Os navios, de bandeira iraniana e batizados de "Bavand" e "Termeh", trouxeram ureia ao Brasil e deveriam retornar ao Irã com milho.