Relatório da Previdência é adiado para terça-feira

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - A apresentação do novo formato da proposta de reforma da Previdência foi adiada para a próxima terça-feira (2) em sessão da comissão especial da Câmara.

Apesar de mais um atraso no cronograma da reforma, o presidente da Câmara , Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), garantem que ainda é possível votar a proposta no plenário até 17 de julho, quando o Congresso entra em recesso.

Líderes do centrão, contudo, já avaliam que a votação será adiada para o segundo semestre. O centrão é um grupo de partidos independentes ao governo e que, juntos, representam a maioria da Câmara.

Maia tentará, mais uma vez, um acordo com governadores do Nordeste para que estados e municípios sejam incluídos na reforma.

"Vale a pena esperar", disse Moreira.