Torcedores de organizada denunciados por tentativa de homicídio vão a júri popular em MG

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Quatro membros da torcida Galoucura, organizada do Atlético-MG, denunciados por tentativa de homicídio pelo Ministério Público de Minas Gerais vão a júri popular.

Três dos quatro suspeitos responderão também por associação criminosa, e dois estão foragidos. Os outros dois acusados estão presos.

De acordo com a Promotoria, cinco indivíduos agrediram um torcedor do Cruzeiro após o jogo entre Cruzeiro e Atlético-MG no dia 4 de março de 2018. De acordo com a apuração, os suspeitos deram golpes violentos em um integrante da torcida organizada Máfia Azul. O processo em relação a um dos acusados foi desmembrado.