Jornal do Brasil

País

Bolsonaro diz que militar preso com cocaína na Espanha merece "punição severa"

'Exigi investigação imediata e punição severa ao responsável pelo material entorpecente encontrado no avião da FAB. Não toleraremos tamanho desrespeito ao nosso país!"

Jornal do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro usou na tarde desta quarta-feira sua conta no Twitter para afirmar que o episódio que levou à prisão de um militar da Aeronáutica que levava cocaína em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) na Espanha é "inaceitável" e que o caso merece "punição severa".

"Apesar de não ter relação com minha equipe, o episódio de ontem (terça-feira), ocorrido na Espanha, é inaceitável. Exigi investigação imediata e punição severa ao responsável pelo material entorpecente encontrado no avião da FAB. Não toleraremos tamanho desrespeito ao nosso país!", disse.

Macaque in the trees
Jair Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)

O militar da Aeronáutica foi preso na terça ao portar, segundo fontes relataram a Reuters, 39 quilos de cocaína em três bagagens em uma aeronave militar no aeroporto da cidade espanhola de Sevilha, onde o presidente Jair Bolsonaro faria escala na viagem rumo ao Japão para participar de cúpula do G20.

Macaque in the trees
Sargento Manoel Silva Rodrigues foi preso na Espanha com 39 quilos de cocaína (Foto: Reprodução / redes sociais)

Na terça, Bolsonaro, que acabou mudando a parada para Lisboa, havia publicado mensagem no Twitter dizendo ter sido informado pelo ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, da apreensão do militar portando cocaína.

(Reportagem de Ricardo Brito)