Jornal do Brasil

País

Metroviários de São Paulo suspendem greve

Jornal do Brasil

Os metroviários de São Paulo decidiram na noite desta segunda-feira (6) suspender a greve da categoria prevista para esta terça (7).
A desistência foi confirmada em assembleia realizada na quadra do sindicato da categoria.
A posição dos metroviários foi determinada pela decisão do TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região), que julgou na tarde desta segunda a disputa entre a categoria e o Metrô.
O TRT-2 determinou o encerramento do uso do colete de greve, sob pena de multa de R$ 500 por dia por empregado.
Além disso, a Justiça atendeu a alguns pontos que já tinham sido acordados em audiência realizada em 29 de abril, como o reajuste do salário da categoria em 4,99% com base no IPC (Índices de Preços ao Consumidor) da Fipe, relativo ao período de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019.
O reajuste será estendido para todas as cláusulas econômicas, segundo o TRT-2
A Justiça do Trabalho também determinou coparticipação do Sindicato dos Metroviários no custeio do plano de saúde em percentuais que vão evoluir de 14% para 20% no longo prazo.
Houve ainda a homologação da manutenção do desconto em folha de pagamento da mensalidade associativa ao sindicato.
O Metrô confirmou que funcionará normalmente nesta terça.