No twitter, Bolsonaro defende 'Lava Jato da Educação'

Em outra publicação, o presidente cobrou a fiscalização da MP 873

Em seu perfil nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro defendeu a "Lava Jato da Educação" na manhã desta segunda-feira (4).

Macaque in the trees
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução/NBR)

Ele justificou seu ponto de vista afirmando que o Brasil gasta mais em educação em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) do que a média de países desenvolvidos, mas ocupa as últimas posições na Programa Internacional de Avaliação (PISA).

Ainda segundo ele, em 2003, o Ministério da Educação (MEC) gastava R$ 30 bilhões em Educação, e, em 2016, gastou quatro vezes mais, chegando a R$ 130 bilhões.

Bolsonaro fez um alerta afirmando que há algo de muito errado acontecendo e que as prioridades a serem ensinadas e os recursos aplicados. "Para investigar isso, o Ministério da Educação junto com o Ministério da Justiça, Polícia Federal, Advocacia e Controladoria Geral da União criaram a Lava-Jato da Educação."