Situação de emergência em barragem de Araxá

A companhia norte-americana Mosaic Fertilizantes declarou situação de emergência após conclusão, ontem, de uma auditoria na barragem de rejeitos B1/B4 do Complexo Mineroquímico de Araxá, em Minas Gerais. A inspeção foi realizada por uma empresa especializada e externa. A Mosaic informou, em nota, que a situação de emergência da barragem foi classificada como nível 1 e, em consequência, acionou o Plano de Ação Emergencial para Barragens de Mineração (PAEBM).

Embora não tenha sido localizado qualquer risco iminente, as operações de beneficiamento ficam paralisadas até a próxima avaliação e, segundo a Mosaic, todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para elevar a unidade aos novos padrões de segurança definidos pela ANM. "Todo este procedimento contou com a inspeção e aval de representantes da agência, que estiveram na unidade da empresa em Araxá, ontem".

Sobre a população local, a Mosaic afirmou que não existem moradias na área que poderia ser afetada em um cenário de emergência. Esclareceu, também, que o núcleo urbano do município não seria afetado em caso de qualquer incidente.