Inspeção de pontes sob sigilo em São Paulo

A gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) impôs que as empresas contratadas para vistoriar pontes e viadutos em São Paulo assinem um termo de confidencialidade dos laudos produzidos. O desrespeito ao termo prevê consequências jurídicas paras as contratadas.O documento de confidencialidade foi assinado dois dias depois de a imprensa publicar que seis pontes e viadutos da cidade têm "risco iminente de colapso".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais