PF escala 7 peritos criminais para identificar vítimas da lama de Brumadinho

A Polícia Federal enviou 7 peritos criminais federais a Brumadinho (MG) para auxiliar no trabalho de identificação das vítimas do rompimento da barragem da Mina do Feijão, ocorrido na última sexta-feira, 25.

O grupo chegou ao local da tragédia no sábado, 26, e também já está fazendo imagens aéreas para começar a mensurar os prejuízos ambientais.

Macaque in the trees
Movimentação de helicópteros, bombeiros e equipes de resgate no posto montado em frente à Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores, em Brumadinho (Foto: WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDO)

Outras equipes de peritos criminais federais ainda devem ser mandadas ao local para avaliar em detalhes os danos ambientais e descobrir quais foram as causas do rompimento da barragem.

A perícia criminal federal é uma carreira integrante dos quadros da PF e é responsável pela análise científica dos vestígios e outros elementos materiais deixados em cenas de crimes e de possíveis crimes.