Jornal do Brasil

País

Doria diz confiar na Justiça e no 'amplo direito de defesa' de Kassab

Jornal do Brasil

O governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse confiar na Justiça e no "amplo direito de defesa" do ministro Gilberto Kassab, escolhido para chefiar a Casa Civil do futuro governo paulista e alvo de busca e apreensão da Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira, 19.

"A propósito das medidas tomadas em relação ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Gilberto Kassab, o governo João Doria confia na conduta da Justiça e no amplo direito de defesa do ministro para os esclarecimentos necessários", diz nota encaminhada pela assessoria do futuro governador.

Após a operação da PF, cresceu a pressão sobre Doria em relação ao futuro secretário.

Mais cedo, Kassab afirmou, também por meio de nota, "que confia na Justiça brasileira, no Ministério Público e na imprensa" e diz saber "que as pessoas que estão na vida pública estão corretamente sujeitas à especial atenção do Judiciário". O ministro reforça "que está sempre à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários e ressalta que todos os seus atos seguiram a legislação e foram pautados pelo interesse público".