Jornal do Brasil

País

Viaduto interditado em SP cedeu mais três milímetros à noite, diz secretário

"Estamos trabalhando com 75 funcionários no local", informou

Jornal do Brasil

 

O viaduto que cedeu cerca de dois metros na Marginal Pinheiros, na zona oeste da capital paulista, e obrigou as autoridades a interromper o fluxo de veículos e até mesmo de trens na região próxima à ponte do Jaguaré, cedeu mais 3 milímetros na madrugada deste sábado, 17. A informação foi dada pelo secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Vitor Aly.

"No período da noite, em função da mudança de temperatura, e como era esperado houve uma movimentação na estrutura. Temos agora um centímetro acumulado do lado direito e 1,2 cm do lado esquerdo", disse Aly.

Macaque in the trees
Viaduto da pista expressa da Marginal Pinheiros cedeu cerca de 2 metros nesta quinta-feira (Foto: TV Brasil)

De acordo com o secretário, todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para escorar o viaduto. "Estamos trabalhando com 75 funcionários no local. O trabalho tem que ser ponderado, porque ainda temos algum risco e a estrutura está doente, explicou Aly. Segundo o secretario, em breve será feito o macaqueamento da estrutura.

"Não é a solução de consertar o problema, mas é de aliviar o problema da tensão no pilar rompido", explicou Aly. O secretário disse que as prioridades no momento são a segurança dos funcionários que estão trabalhando no local e a preservação da linha de trem da CPTM que passa sob o viaduto. Ressaltou, ainda, que a Prefeitura está trabalhando para diminuir os transtornos causados à população.

Desabamento por problema no amortecimento, dizem peritos

 

De acordo com as primeiras análises do Instituto de Criminalística  o desabamento do viaduto pode ter sido provocado por problema no sistema de amortecimento, ou os chamados travesseiros ou colchões de neoprene, que tem função semelhante a de um "amortecimento" para a estrutura de concreto de viadutos, segundo divulgou o site G1. 

O material é super resistente, pode durar até cem anos se tiver boa manutenção. Mas no caso do viaduto que cedeu na Marginal Pinheiro, o travesseiro deveria ter uma espessura bem maior.