Jornal do Brasil

País

Lorenzoni anuncia a criação do Ministério da Cidadania

Futuro ministro-chefe da Casa Civil de Bolsonaro afirmou que pasta vai aglutinar áreas de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e política antidrogas

Jornal do Brasil

O futuro ministro da Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta quarta-feira (14) que o Ministério do Desenvolvimento Social e o de Direitos Humanos serão fundidos e vão passar a se chamar Ministério da Cidadania. A nova pasta vai aglutinar áreas de desenvolvimento social, direitos humanos e política antidrogas.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Lorenzoni informou ainda que o Ministério do Trabalho pode ficar com a nova estrutura, mas que o modelo será analisado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. "O Ministério do Trabalho ficará junto com a 'produção' ou vai para um outro ministério chamado de Cidadania, que aí tem lá o Desenvolvimento Social, os Direitos Humanos", declarou.

A proposta transfere a Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas, hoje ligada ao Ministério da Justiça, para o novo ministério. A pasta ficaria teria a responsabilidade de coordenar programas sociais como o Bolsa Família.

>> Lorenzoni diz que atribuições do Trabalho podem ir para Produção ou Cidadania

>> Onyx Lorenzoni ataca jornal, nega caixa 2 e diz não temer ninguém

Macaque in the trees
Deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro-chefe da Casa Civil, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) (Foto: FáTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)