União assume presídios de Roraima

O governo federal assinou ontem um acordo de cooperação para assumir provisoriamente a gestão do sistema prisional e socioeducativo de Roraima até o dia 31 de dezembro. A assinatura do documento ocorre cerca de uma semana após a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pedir uma intervenção na gestão do atual governo estadual, definido por ela como o “responsável pela situação de desordem pública”.

Assinaram o acordo os ministros do Gabinete de Segurança Institucional, Sergio Etchegoyen, da Segurança Pública, Raul Jungmann, e de Direitos Humanos, Gustavo do Vale Rocha. Embora tenha se posicionado contra a intervenção na semana passada, a governadora Suely Campos também assinou o documento.

Pelos termos do acordo, o governo de Roraima designará, em até 48 horas, servidores indicados pela União como administradores dos sistemas prisional e socioeducativo, com poderes para ordenar despesas, requisitar documentos, ter acesso a processos de contratação, e praticar quaisquer atos necessários à gestão e administração das unidades prisionais.