Pezão incrimina Cabral

Ao se declarar "triste e chateado" para o jornal Folha de S.Paulo deste sábado (11) e acrescentar que "não via este lado" de Sérgio Cabral, o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (PMDB) incrimina o ex-governador.

Com a declaração feita por quem foi vice de Cabral durante oito anos, a Lava Jato já pode dispensar as delações de Eike Batista ou de quem quer que seja que venha a incriminar ainda mais o ex-governador.

Luiz Fernando Pezão admite-se traído e enganado. O que precisa dizer, agora, é qual é esse lado. Se o lado de ter se envolvido no esquema de Cabral mesmo não sabendo ou o lado que pode permitir à opinião pública duvidar desse lado.

>> Pezão diz que não sabia de esquema criminoso de Cabral