Forças de Segurança iniciam operação integrada para os Jogos Olímpicos

Sistema de Comando e Controle foi ativado no CICC

O Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC), cuja função é coordenar a integração da Operação de Segurança dos Jogos Olímpicos, foi ativado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova. O período operacional das Forças de Segurança, Defesa Civil e ordenamento urbano para os Jogos teve início na terça-feira (5/7).

A exemplo da Copa do Mundo, da Copa das Confederações e da Jornada Mundial da Juventude, o CICC será o centro de operações das forças com 22 agências reunidas no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC-R).

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre Moraes, acompanhou o início das operações e abriu a reunião da Comissão Estadual de Segurança Pública e Defesa Civil para os Jogos Rio 2016.

"Na questão de Segurança, tenho tranquilidade em dizer que tudo foi planejado em conjunto. Esta parceria entre as instituições deve ser reforçada após as Olimpíadas", ressaltou o ministro.

Participaram da reunião o comandante Militar do Leste e coordenador-geral de Defesa de Área, no Rio de Janeiro, general Fernando Azevedo e Silva; o superintendente da Agência Brasileira de Inteligência, Frank Márcio de Oliveira; o superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, José Roberto Gonçalves de Lima; o chefe de Polícia Civil do Rio, Fernando Veloso; o comandante da Polícia Militar, Edison Duarte; o inspetor-geral da Guarda Municipal, Luís Cláudio Laviano; entre outras autoridades.

No Gabinete de Gestão de Crise, as autoridades participaram de videoconferência com seis cidades – além do Rio de Janeiro – onde serão realizadas as partidas de futebol dos Jogos Olímpicos.

"Começamos a colocar em prática um processo de planejamento integrado, que resultará em um ambiente de organização para a realização dos Jogos Olímpicos Rio 2016", disse o subsecretário Extraordinário para Grandes Eventos da Secretaria de Segurança, Roberto Alzir.

Espaço facilita a tomada de decisões

Inaugurado em 2013, o CICC abriga a central de telefones do 190 da Polícia Militar; o Centro de Controle Operacional da Polícia Militar (que despacha as viaturas e efetivos); a central de atendimento 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu); a central 193 dos Bombeiros; além de representantes de sete instituições do governo federal, do Estado e do Município.

"Para o CICC convergem as imagens de mais de cinco mil câmeras, entre as nossas e as das arenas olímpicas, que serão essenciais para a tomada de decisões da Segurança", explicou o subsecretário de Comando e Controle, Edval Novaes.