MUNDO

Hamas abre para acordo, mas diz estar pronto a seguir lutando

Grupo declarou que mostra 'flexibilidade' em relação ao assunto

Por JB INTERNACIONAL
[email protected]

Publicado em 28/02/2024 às 12:26

Alterado em 28/02/2024 às 12:26

Criança palestina chora em meio aos escombros da guerra Foto reproduzida pela Ansa

O chefe do Hamas, Ismail Haniyeh, afirmou que o grupo fundamentalista islâmico "demonstra flexibilidade" nas negociações para um acordo de cessar-fogo temporário, mas alertou que segue pronto para continuar lutando.

A versão é diferente da informação divulgada pela Rádio Militar de Israel, que apontou que o Hamas responderia negativamente a um provável acordo apresentado por Israel.

Já fontes diplomáticas egípcias, citadas pela rede Al Quds, indicaram que há um "acordo preliminar" que possivelmente poderá ser fechado em uma reunião no próximo domingo (3) no Cairo.

O jornal catariano 'Al-Arabi Al-Jadid' afirmou que existe um entendimento geral sobre a pausa temporária dos combates e a troca de reféns, mas "os detalhes ainda são um obstáculo".

O Ministério da Saúde de Gaza, que é controlado pelo Hamas, informou que quase 30 mil pessoas foram mortas no enclave palestino desde o início da guerra. (com Ansa)

Tags: