MUNDO

Excluindo Hungria, União Europeia apela por cessar-fogo em Gaza

Comunicado contornou oposição do regime de Viktor Orbán

Por JB INTERNACIONAL
[email protected]

Publicado em 20/02/2024 às 07:50

Alterado em 20/02/2024 às 07:51

Josep Borrell Foto: Epa

O alto representante da União Europeia para Política Externa, Josep Borrell, afirmou nesta segunda-feira (19) que 26 dos 27 países do bloco “concordam sobre a necessidade de uma pausa humanitária imediata em Gaza que leve a um cessar-fogo sustentável e pedem que não haja uma operação militar em Rafah”.

Apenas a Hungria se opôs ao apelo, informado pelo diplomata após a reunião do Conselho de Relações Exteriores.

“Os ministros também pediram o respeito aos direitos humanos e para cumprir a sentença do Tribunal Internacional de Justiça: Israel deve fazer mais pela ajuda humanitária e para auxiliar a população”, complementou.

"Nós discutimos sanções adicionais e continuaremos a fazê-lo para ver como proceder contra os colonos extremistas israelenses que estão atacando indiscriminadamente os civis palestinos na Cisjordânia e também pelas violações dos direitos humanos e violências sexuais perpetradas pelo Hamas", acrescentou Borrell. (com Ansa)

Tags: