MUNDO

Mais um desafeto de Putin morre em circunstâncias misteriosas na Rússia

...

Por JB INTERNACIONAL com Reuters
[email protected]

Publicado em 16/02/2024 às 09:03

Alterado em 16/02/2024 às 09:03

Nalvany estava preso por acusações controversas Foto: Reuters

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, morreu nesta sexta-feira (16) depois de desmaiar e perder a consciência na colônia penal ao norte do Círculo Polar Ártico, onde cumpria uma longa pena de prisão, informou o serviço penitenciário russo.

Navalny, de longe o líder da oposição mais famoso da Rússia, ganhou destaque há mais de uma década ao satirizar a classe de elite em torno do presidente Vladimir Putin e ao expressar alegações de corrupção em grande escala. Ele tinha 47 anos.

O Serviço Penitenciário Federal do Distrito Autônomo de Yamalo-Nenets disse em comunicado que Navalny “se sentiu mal” depois de uma caminhada na colônia penal IK-3 em Kharp, cerca de 1.900 quilômetros (1.200 milhas) a nordeste de Moscou.

Navalny, disse o serviço penitenciário, perdeu a consciência quase imediatamente.

“A equipe médica da instituição chegou imediatamente e uma equipe de ambulância foi chamada”, informou o serviço penitenciário.

“Foram realizadas todas as medidas de reanimação necessárias, que não deram resultados positivos. Os médicos da ambulância constataram a morte do condenado”.

"As causas da morte estão sendo estabelecidas."

Putin foi informado sobre a morte de Navalny, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Navalny ganhou a admiração da oposição na Rússia por ter regressado voluntariamente à Rússia em 2021 vindo da Alemanha, onde foi tratado pelo que os testes de laboratório ocidentais mostraram ser uma tentativa de envenená-lo com um agente nervoso.

Navalny disse na época que foi envenenado na Sibéria em agosto de 2020. O Kremlin negou ter tentado matá-lo e disse não haver evidências de que ele tenha sido envenenado com um agente nervoso.

Tags: