Reino Unido nega visto a presidente do Comitê Olímpico Sírio 

Durante a cerimônia realizada na manhã desta quarta-feira em Londres, o Reino Unido acabou negando o visto de entrada no país para o presidente do comitê olímpico sírio, o general Mowaffak Joumaa, visto como um amigo próximo do presidente Bashar al-Assad.

O ministro britânico do esporte, Hugh Robertson, disse à BBC: "qualquer um que se aplica para um visto e está ligado com regimes que são culpados de abusos de direitos humanos não será aceito. Ninguém na Síria, relacionado com o que está acontecendo lá, deve fazer parte de nossos jogos".

Os conflitos na Síria acontecem desde fevereiro do ano passado quando a oposição pede a queda do presidente Bashar al-Assad. O país vem sofrendo bastante com o confronto, inclusive armado, entre os rebeldes e o governo ditatorial. O ditador sofre com várias acusações de violação de direitos humanos, como o assassinato de crianças e mulheres no massacre de Hula.