Papa agradece ao “Cardeal” Dom Orani Tempesta

Títuloé aguardado pelo Arcebispo do Rio de Janeiro

A emoção do Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, após a Missa do Envio, no encerramento da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), ganhou mais intensidade quando o Papa Francisco agradeceu por tudo o que ele fez para a realização do evento e o chamou de Cardeal, embora o título ainda não tenha sido concedido. O gesto do Papa certamente foi uma antecipação de que a honraria a D. Orani será feita muito em breve.

O título de Cardeal é uma concessão feita pessoalmente pelo papa e com a designação o agraciado passa a integrar o Colégio dos Cardeais, responsável pela eleição do sumo pontífice. Os cardeais integram também os Dicastérios, que funcionam como uma espécie de ministério da Santa Sé, e assessoram diretamente o papa em questões econômicas e na organização da Igreja. A reunião dos Cardeais se chama Consistório e ocorre por convocação do papa.

A expectativa dos católicos com relação à nomeação de Dom Orani se intensificou no final do ano passado, quando Dom Eusébio Scheid, arcebispo emérito do Rio, completou 80 anos, idade limite para participar dos conclaves que elegem os novos papas. Como a Igreja faz questão de manter apenas um cardeal numa mesma Diocese, a concessão do título a D. Orani dependia do aniversário de D. Eusébio.