Despedida do Papa na Base demora mais que engarrafamento na Presidente Vargas

Na sua chegada, o contato com o povo foi bem mais rápido

O Papa Francisco levou mais tempo recebendo cumprimentos na Base Aérea do Galeão, onde enfrentou um engarrafamento de políticos – muitos querendo pegar carona na sua imagem -, do que preso no trânsito com o povo, quando chegou ao Rio de Janeiro. 

Cansado da verdadeira maratona que foi sua agenda durante a Jornada Mundial da Juventude, o Papa ainda manteve o sorriso durante a interminável despedida antes de entrar no avião para Roma.