Jornal do Brasil

Conex√£o Francesa - JBlog - Jornal do Brasil

Acordo Mercosul Uni√£o Europeia zera taxa do Champagne imediatamente

Com o passar dos dias vamos obtendo mais informações do acordo entre Europa e Mercosul. Para os amantes do bom vinho a boa notícia é que o imposto de importação do Champagne (27%) será zerado de imediato, assim que o Acordo entrar em vigor. Esta cláusula vale também para todos os espumantes que custem mais de 6 dólares (5,32€ no câmbio de hoje). Os espumantes de menor preço terão uma moratória de 12 anos e depois o imposto será zerado. Interessante, apesar do prazo um tanto longo, pois vai permitir aos espumantes brasileiros encontrarem seu espaço na base e no meio da pirâmide. Por outro lado a tarifa zero valoriza os vinhos espumantes notadamente os franceses Crémants e Champagnes que são mais qualitativos e produzidos com o método tradicional. Nesse rol entram também os Franciacorta e bons Proseccos italianos.
Para os vinhos tranquilos que hoje carregam 27% de imposto de importação o processo prevê uma redução linear durante 8 anos até serem zerados. Esta regra vale para garrafas e BIBs (Bag in Box). A queda de pouco mais de 3,3% por ano deve representar para o consumidor uma redução de 8% a 9% do preço na prateleira, caso não haja variação cambial.

Já na parte técnica, aquela que o consumidor não vê, os parâmetros de análise serão reduzidos de 12 para 4. Outros documentos também devem ser simplificados, mas ainda não foram divulgados oficialmente. Apuramos estas informações junto ao Secretário Geral do CEEV, Comitê Europeu de Vinhos e Espirituosos, Ignacio Sánchez Recarte. Esses percentuais e prazos foram obtidos por meio de anotações durante a reunião com a Comissão Europeia. A versão final somente deve estar disponível no final de julho, antes das férias de verão europeias. Tudo vai chegando à conta gotas. Neste final de semana haverá uma reunião da assembleia dos produtores europeus para que eles se posicionem sobre o Acordo, isto é, se gostaram ou não. Santé.