Centenas de pontes correm risco de desabar na França

Menos de uma semana depois do trágico colapso da ponte Morandi em Gênova, na Itália, uma auditoria do governo da França concluiu que 840 pontes no país estão com problemas estruturais graves e podem desabar no futuro. 

Os dados, divulgados ontem, levam em conta as 12 mil pontes mantidas pelo Estado, mas não contabilizam milhares de outras administradas por governos regionais ou pela iniciativa privada. 

A administração de Emmanuel Macron culpa os presidentes anteriores pelos problemas na infraestrutura e prometeu um investimento de um bilhão de euros para as estradas francesas.