Trump confirma presença em evento que recordará I Guerra Mundial em Paris

O presidente Donald Trump afirmou nesta sexta-feira que comparecerá a uma celebração em novembro, em Paris, que recordará o fim da I Guerra Mundial, horas após uma parada militar planejada para a mesma ocasião em Washington ser adiada devido aos altos custos.

Trump explicou que, de fato, cancelou o evento, culpando os políticos locais por cobrarem um preço "ridiculamente alto". Mas prometeu participar do grande desfile já programado na Base Aérea de Andrews em outra data, e ir ao desfile de Paris.

"Talvez façamos algo no ano que vem em Washington quando os custos CAÍREM", alfinetou o presidente.

"Agora podemos comprar mais caças a jato!", acrescentou.

Trump havia ordenado uma demonstração militar depois de ficar maravilhado com a parada do Dia da Bastilha na França no ano passado, mas a ideia desagradou os críticos, que disseram que seria um desperdício de dinheiro e semelhante a eventos organizados por regimes autoritários como a Coreia do Norte.

Uma fonte oficial americano confidenciou à AFP que a estimativa do planejamento do evento poderia alcançar os 92 milhões de dólares.

mdo/sst/cn