França dá adeus ao chef Joel Robuchon

O chef francês Joël Robuchon, recorde de estrelas no guia Michelin, recebeu nesta sexta-feira uma homenagem póstuma da catedral de Poitiers, na presença de vários colegas de renome.

Um retrato gigante deste embaixador da gastronomia francesa falecido em 6 de agosto foi colocado na fachada da catedral Saint-Pierre de sua cidade natal no centro-oeste da Francia para uma cerimônia religiosa.

O funeral de Robuchon aconteceu na semana passada, na intimidade de sua família, mas com esta homenagem pública seus amigos quiseram celebrar um "momento fraternal" na presença de chefs de todos os lugares da França e do mundo.

Entre eles, estavam os chefs franceses Alain Ducasse, Alain Dutournier e Michel Guérard.

Detentor do recorde absoluto de estrelas Michelin, o "papa dos chefs" Joël Robuchon, faleceu aos 73 anos, vítima de um câncer.

Seu império de restaurantes gastronômicos, que se estende de Nova York a Macau, passando por Londres, Mônaco, ou Tóquio, seguia sua filosofia: "o domínio da aliança dos sabores dos melhores produtos".

pbl-pjl-meb/ra/eg/cn