Constituinte tira imunidade de parlamentares acusados de atentar contra Maduro

A governista Assembleia Constituinte retirou nesta quarta-feira (8) a imunidade dos deputados opositores Julio Borges - ex-presidente do Parlamento - e Juan Requesens, acusados de tentar assassinar o presidente Nicolás Maduro.

"Aprovado por unanimidade (...) São os dois primeiros que aparecem apontados pela investigação. A Justiça chegará a todo aquele que esteja envolvido", disse o presidente da Constituinte, Diosdado Cabello, após uma votação à mão levantada.

erc-axm/tm/mvv