Após curta trégua, Gaza tem novo dia de tensão

Três palestinos morreram, e israelense ficou ferido em conflitos

Durou apenas quatro dias a trégua na Faixa de Gaza entre o grupo fundamentalista Hamas e Israel: membros da milícia islâmica abriram fogo contra uma patrulha no sul do território palestino, e veículos blindados israelenses reagiram com disparos.

Segundo o Ministério da Saúde de Gaza, o confronto armado terminou com três palestinos mortos. Um militar de Israel ficou ferido. Poucas horas depois, dois foguetes foram lançados contra a cidade de Ashkelon, onde soaram as sirenes de alarme.

A trégua havia sido anunciada pelo Hamas no último sábado (21), após os confrontos da sexta-feira anterior (20), que haviam terminado com quatro palestinos e um israelense mortos.

Desde o início das "marchas do retorno", convocadas pelo grupo fundamentalista, em março passado, mais de 100 pessoas já morreram em conflitos em Gaza. A tensão se agravou também por causa da abertura de uma embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém, reconhecida por Donald Trump como capital de Israel.