Pentágono dará ajuda de US$ 200 milhões para reforçar defesa ucraniana

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira uma ajuda suplementar de 200 milhões de dólares para reforçar a defesa da Ucrânia.

Esses novos fundos, que levam "a assistência americana ao setor da segurança da Ucrânia a mais de 1 bilhão de dólares no total desde 2014" permitirão adquirir "equipes para apoiar os programas de formação em curso e as necessidades operacionais" do exército ucraniano para consolidar sua capacidade de comando, suas comunicações e seus equipamentos de visão noturna, indicou o Pentágono em comunicado.

Segundo o Departamento de Defesa, essa cooperação em matéria de segurança se baseia na recente aprovação de uma lei de segurança nacional na Ucrânia.

O calendário para a entrega dos novos equipamentos por parte dos Estados Unidos será "estabelecido em uma data posterior", diz o comunicado.

Desde 2014, um conflito no leste da Ucrânia entre Kiev e separatistas pró-russos deixou mais de 10.000 mortos.

Washington, aliado de Kiev, vendeu neste ano à Ucrânia mísseis antitanques Javelin para "proteger sua soberania e sua integridade territorial", apesar dos protestos da Rússia.

wat/fff/leo/dg/lp/cc