Peru apreende cocaína destinada à Bélgica com imagens de cantores sul-coreanos

As autoridades peruanas apreenderam em Lima 354 quilos de cocaína que seriam enviados à Bélgica escondidos em contêineres com imagens dos cantores sul-coreanos Psy e Kim Hyun Joong, informou neste sábado (7) a Direção Antidrogas (Dirandro).

Os traficantes camuflaram a droga em mais de 300 pacotes que tinham estampadas as fotos do cantores Psy, conhecido pelo popular "passo do cavalo", e o ídolo jovem Kim Hyun Joong.

"As marcas dos pacotes nos permitem identificar os diferentes fornecedores e as diferentes qualidades de cocaína. Neste caso de cantores pop coreanos", disse Oscar Serván, chefe de Inteligência da Dirandro ao canal "América Noticias".

A droga avaliada em 12 milhões de dólares foi apreendida na quarta-feira em um apartamento no distrito de San Isidro e em um carro no distrito de San Miguel.

Na operação policial foram capturados três cidadãos colombianos e três peruanos.

"Possivelmente essa organização tem conexões com grupos colombianos, como o cartel do Norte del Valle", indicou Serván após assinalar que estão investigando os traficantes.

Segundo a Dirandro, nos últimos tempos o mercado do tráfico de drogas tem se dirigido à Europa porque nos Estados Unidos o preço do quilo de cocaína caiu de 18.000 dólares para 15.000 dólares.

Ao longo do ano, a polícia peruana apreendeu mais de 25 toneladas de cocaína.

O Peru é um dos maiores produtores mundiais de cocaína, com uma produção anual que flutua entre 280 e 320 toneladas, segundo estimativas de analistas.

Depois da Colômbia, o Peru é junto com a Bolívia um dos maiores produtores mundiais da folha de coca, matéria-prima da cocaína.