Wall Street sobe, animada por relatório sobre emprego

Wall Street fechou em alta nesta sexta-feira, em um mercado satisfeito com um relatório sobre o mercado trabalhista dos Estados Unidos que ocultou o temor da guerra comercial com a China.

O índice industrial Dow Jones avançou 0,41%, a 24.456,48 unidades, o tecnológico Nasdaq teve alta de 2,37%, a 7.688,39, e o S&P 500 subiu 0,85%, a 2.759,82 unidades.

O mercado se mostrou satisfeitos quando o governo anunciou que em junho a economia americana gerou 213 mil empregos, superando os 195 mil calculados por analistas.

Mesmo assim, os salários variaram muito pouco, o que mantém a tendência à inflação.

"É uma notícia positiva à medida em que não houve uma aceleração dos salários e, em consequência disso, não pressiona o Fed a ser mais agressivo com os aumentos das taxas de juros", disse Tom Cahill, da Ventura Wealth Management.

Mas o mercado não pareceu se incomodar com a intensificação da troca de sanções aduaneiras entre China e Estados Unidos, que semeia temor de problemas econômicos mundiais. O mercado "já tinha integrado (essas tarifas) aos preços há várias semanas", apontou Cahill.

O mercado de títulos avançou. O rendimento da dívida americana a 10 anos recuou a 2,822%, contra 2,829% de quinta-feira, e o dos bônus a 30 anos caiu a 2,930%, contra 2,945% da véspera.

alb/jld/pb/gm/ll