Presidente do Paraguai desiste de de renunciar

O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, que ficaria apenas mais dois meses e meio no poder, desistiu de renunciar ao mandato como pretendia fazer para poder assumir como senador ativo no Congresso.

"Eu me dirijo a Vossa Honorabilidade para retirar minha renúncia ao cargo de Presidente que apresentei na data de 28 de maio e que não teve tratamento no Congresso Nacional", expressou Cartes nesta terça-feira em uma nota dirigida ao Senado.

A eleição de Cartes como senador nas eleições de 22 de abril abriu uma polêmica no Paraguai, pois a Constituição garante que os ex-presidentes podem ser senadores vitalícios, com voz, mas sem voto.

Para facilitar sua posse parlamentar, Cartes tentou renunciar antes de terminar seu mandato, mas não conseguiu quórum para que o Congresso avaliasse essa questão.

hro/nn/lda/cn