Explosão causa vítimas em comício do presidente do Zimbábue

Uma explosão de origem desconhecida fez várias vítimas ao final de um comício eleitoral em Bulawayo (sul) do presidente do Zimbábue, Emmerson Mnangagwa, que escapou ileso, segundo testemunhas e o porta-voz do chefe de Estado.

"O presidente foi evacuado com sucesso e está na sede da província em Bulawayo", indicou seu porta-voz George Charamba à AFP por telefone.

"Achamos que foi uma explosão, que certamente aconteceu muito perto do palanque onde as personalidades estavam", acrescentou Charamba, sem maiores detalhes.

Um correspondente da AFP no local informou que várias pessoas ficaram feridas na explosão, sem mais detalhes sobre o estado de saúde das vítimas.

Muitas ambulâncias estavam no local para evacuar esses feridos, acrescentou ele.

Segundo várias testemunhas, a explosão aconteceu quando o chefe de Estado, candidato do partido no poder Zanu-PF à eleição presidencial de 30 de julho, acabara de discursar diante de várias centenas de pessoas.

O comício era realizado em um estádio em Bulawayo, a segunda maior cidade do Zimbábue, considerada um reduto da oposição.

As eleições presidenciais e legislativas de 30 de julho são as primeiras organizadas desde a renúncia em novembro do presidente Robert Mugabe, que governou o Zimbábue com mão de ferro desde a independência em 1980.

Abandonado pelo Exército e pelo Zanu-PF, Mugabe foi substituído pelo seu antigo vice-presidente, Mnangagwa.

Emmerson Mnangagwa deve vencer sem surpresas a eleição presidencial contra uma oposição órfã de seu líder histórico Morgan Tsvangirai, que morreu em fevereiro.

rm-pa/jpc/mr