Salvini falta a primeiro evento oficial com Vaticano

Apesar de seu nome constar na lista de convidados, o vice-premier e ministro do Interior Matteo Salvini faltou ao primeiro encontro oficial entre o novo governo da Itália e o Vaticano. Salvini, da Liga Norte, não compareceu na noite de terça-feira  (19) à cerimônia de celebração do quinto ano do pontificado do papa Francisco, organizado pela Nunciatura Apostólica.    

Mas o também vice-premier Luigi di Maio, do Movimento 5 Estrelas (M5S), esteve no evento, assim como o primeiro-ministro Giuseppe Conte. De acordo com fontes locais, Salvini teria cumprido agenda à tarde no Senado e, depois, no Palácio do Viminale, em Roma.    O clima foi considerado de distensão pela ausência de Salvini e pela contraposição entre o Vaticano e o novo governo italiano em temas sociais, como a imigração.    Salvini tem adotado medidas que restringem a imigração, proibindo que embarcações com imigrantes desembarquem na Itália.    

Já o papa Francisco defende, desde que foi eleito, em 2013, que os países europeus recebam os imigrantes e o tratem bem. O papa Francisco não estava na festa da Nunciatura Apostólica ontem, pois os Pontífices não participam historicamente deste tipo de evento. A cerimônia, porém, era considerada importante por ser o primeiro ato oficial entre o novo governo italiano e o Vaticano.