México condena 'cruel e desumana' separação de famílias imigrantes nos EUA

O México condena a "cruel e desumana" lei de 'tolerância zero' nos Estados Unidos que está separando milhares de crianças de seus pais imigrantes após cruzar a fronteira americana sem documentos, indicou o chanceler mexicano nesta terça-feira.

"Quero, em nome do governo e do povo do México, expressar a mais categórica e enérgica condenação a uma política cruel e desumana", declarou ministro mexicano das Relações Exteriores, Luis Videgaray, em coletiva de imprensa na Cidade do México.

jla-yo/ja/mr