Cunhado do rei da Espanha é preso por corrupção

O cunhado do rei Felipe VI da Espanha, Iñaki Urdangarin, foi levado ontem (18) para a prisão, onde irá cumprir uma pena cinco anos e 10 meses de reclusão por corrupção.

O marido da irmã do rei espanhol, a infanta Cristina de Borbón, ficará detido na penitenciária de Brieva, perto de Madri.

Urdangarin, que é medalhista olímpico de handebol, é o único homem nesta prisão feminina, que tem capacidade para 162 detentos.

A prisão de Urdangarin encerra um caso que, desde 2010, vem abalando a monarquia espanhola, fazento até que o rei Juan Carlos I abdicasse do trono em nome do filho, Felipe, em junho de 2014.

Essa será a primeira vez na história que um parente de um monarca vai para a prisão na Espanha.

Urdangarin foi condenado por ter desviado para benefício próprio milhões de euros de dinheiro público, que parou na conta de uma fundação sem fins lucrativos presidida por ele mesmo.

De acordo com o tribunal espanhol, os crimes aconteceram entre 2004 e 2006, em grande parte nas ilhas Baleares.