Furacão Aletta atinge categoria 4 no Pacífico em frente ao México

O furacão Aletta atingiu, nesta sexta-feira (8), a categoria 4 (em uma escala de 5) no Pacífico e poderia provocar inundações na costa ocidental do México, embora não tenham sido emitidos alertas porque avança mar adentro, informaram meteorologistas americanos.

Aletta, que se formou na quarta-feira como tempestade tropical e se tornou na quinta-feira o primeiro furacão do Pacífico oriental da temporada 2018, atingiu nesta sexta-feira a categoria 4, com ventos máximos sustentados de 220 km/hora, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami.

Seus ventos sopram no oceano, 815 km ao sudoeste de Manzanillo, uma cidade portuária no estado mexicano ocidental de Colima, e seu olho se desloca em direção ao oeste a 7 km/hora.

Na tarde desta sexta-feira, "as inundações geradas por Aletta começarão a afetar porções da costa do centro-oeste continental do México e a costa oeste da Baixa Califórnia do Sul", informou o NHC.

A marejada continuará durante o fim de semana "e pode causar correntes que representem uma ameaça à vida", acrescentou, sem emitir, porém, alertas nem advertências para terra firme.

A intensidade de Aletta variará nas próximas 24 horas e o furacão poderia ganhar ainda mais força, mas depois enfraquecerá e terá se dissipado até domingo.

Os ventos de furacão se estendem a 45 km do olho de Aletta e os ventos de tempestade tropical atingem 165 Km.

lm/dg/db/mvv