Espanha resgata mais de 400 migrantes no Mediterrâneo

Os serviços de resgate marítimo da Espanha disseram, neste domingo (27), terem resgatado 408 migrantes que tentaram o perigoso cruzamento do mar Mediterrâneo pelo norte da África neste fim de semana.

Os navios interceptaram 115 migrantes viajando em cinco pequenos botes no Estreito de Gibraltar neste domingo, um dia depois de terem resgatado 293 migrantes a bordo de nove embarcações.

O serviço marítimo está rastreando outros três barcos com "um significativo número de migrantes" no mar de Alborán, ao leste do Estreito de Gibraltar, disse um porta-voz do serviço de resgate marítimo à AFP.

A Espanha é a terceira porta de entrada mais usada pelos migrantes que chegam à Europa, ainda longe do nível da Itália, mas se aproximando do da Grécia.

Muitos africanos que empreendem o longo caminho para a Europa evitam cruzar a perigosa Líbia para chegar à Itália, naquela que é conhecida como rota mediterrânea central, optando por chegar através do Marrocos à Espanha.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações, mais de 22.4000 pessoas chegaram à Espanha pelo mar no ano passado, quase o triplo do que em 2016. No total, 223 pessoas morreram nessa tentativa.

ds/je/gh/age/tt