EUA chamam eleições na Venezuela de "farsa"

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, denunciou nesta segunda-feira a eleição presidencial na Venezuela, boicotada pela oposição, como uma "farsa", enquanto Washington avalia a adoção de novas sanções contra o governo do presidente reeleito Nicolás Maduro.

"A eleição da Venezuela foi uma farsa, nem livre nem justa. O resultado ilegítimo desse falso processo é mais um golpe para a orgulhosa tradição democrática da Venezuela", disse Pence em um comunicado.

"Os Estados Unidos não ficarão de braços cruzados enquanto a Venezuela desmorona e a miséria de seu valente povo continua", ressaltou.

Paralelamente, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, ameaçou a Venezuela com novas medidas punitivas. "Os Estados Unidos (...) tomarão medidas econômicas e diplomáticas rápidas para apoiar a restauração de sua democracia", disse Pompeo em um comunicado. arb/sst/ad/mr