Protestos na Nicarágua deixam mais de 20 mortos, diz organismo de DH

Mais de 20 pessoas teriam morrido na onda de protestos que estremece a Nicarágua e que põe o presidente, Daniel Ortega, contra a parede, informou neste domingo um organismo de direitos humanos.

O Centro Nicaraguense de Direitos Humanos (Cenidh) disse que estava tentando verificar o número exato de vítimas fatais, mas que este ultrapassa 20, desde que começaram, na quarta-feira, protestos violentos contra uma reforma do sistema de pensões.

jr-mas/yow/db

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais