Berlusconi pede centro-direita no governo da Itália

Ex-premier divulgou comunicado sobre resultado das eleições

O ex-primeiro-ministro da Itália Silvio Berlusconi afirmou nesta segunda-feira (5) que a centro-direita ganhou o direito de governar o país ao vencer as eleições legislativas do último domingo (4).

A declaração foi dada por meio de uma nota, após o líder do partido Força Itália ter se encontrado em Roma com o secretário federal da Liga Norte, Matteo Salvini, o mais votado dentro da aliança conservadora.

"Força Itália obteve um apoio importante, pelo qual somos gratos aos eleitores que, mais uma vez, confirmaram a confiança no movimento. Esta tarde, o presidente Berlusconi encontrou Matteo Salvini e confirmou que, com este resultado, as forças de centro-direita poderão reforçar a coalizão que terá o mandato para governar a Itália", diz o comunicado.

Berlusconi esperava que o FI, que teve cerca de 14% dos votos, terminasse na frente da Liga, com 17%, para ganhar o direito de escolher o líder da aliança, papel que agora deve ficar com Salvini. O presidente do Força Itália não pode ocupar cargos públicos até 2019 por ter sido cassado pelo Senado em 2013, após uma condenação por fraude fiscal.