Irã proíbe o inglês em escolas primárias alegando 'invasão cultural'

O líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, havia declarado que o aprendizado precoce da língua inglesa prepara o caminho para a "invasão cultural" do Ocidente no Irã.

O Irã proibiu o ensino do inglês nas escolas primárias após o líder supremo do país dizer que o aprendizado precoce da língua abriu o caminho para uma "invasão cultural" ocidental.

"Ensinar o inglês nas escolas primárias governamentais e não governamentais no currículo oficial é contra as leis e regulamentos", disse Mehdi Navid-Adham, diretor do Conselho de Educação Superior estatal, citado pela mídia local.

A relação entre EUA e Irã se agravou após os protestos que atingiram as grandes cidades iranianas e a posterior posição dos Estados Unidos de criticar repressão contra os manifestantes, ameaçando aplicar sanções contra Teerã.

>> Sputnik