Rússia detém suspeito de realizar atentado a bomba em São Petersburgo

O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) deteve neste sábado (30) o suspeito de organizar o atentando a bomba em um mercado na cidade russa de São Peterburgo que deixou 13 pessoas feridas.

O grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) reivindicou a autoria do atentado. As autoridades russas, no entanto, ainda não confirmaram esta informação. 

A explosão que atingiu um supermercado na cidade russa de São Petersburgo na última quarta-feira (27) deixou 13 pessoas feridas. Seis delas permanecem no hospital, alguns estão em estado de gravidade média.

O presidente russo, Vladimir Putin, classificou a explosão com um ataque terrorista.

A explosão foi causada por um "dispositivo explosivo caseiro com o poder equivalente a 200 gramas de TNT preenchidos com fragmentos letais, de acordo com a declaração da chefe do Comitê de Investigação, Svetlana Petrenko.

>> Sputnik