Roma reabre jazigo histórico para visitas após 2 anos

Tumba da família Barberini passou por reforma de 250 mil euros

Após um grande processo de restauração, a Tumba de Barberini, situada no início do parque Latina, em Roma, será reaberta ao público em novembro.

As visitas ao histórico monumento, datado do século 2 d.C., serão acompanhadas por um guia e deverão ser agendadas. A revitalização do jazigo durou cerca de dois anos, com um investimento de 250 mil euros.

A restauração focou na parte externa da construção, para recuperar boa parte de sua estrutura original. A solução escolhida para permitir visitas foi a das grades metálicas, que possibilitam ao público apreciar melhor o monumento.

Além disso, as escadas que levam ao piso superior e o sistema de iluminação do local foram completamente restaurados. De acordo com a arqueólogo Francesco Montella, a tumba foi usada por séculos como "abrigo para atividades agrícolas e pastorais".

O jazigo foi construído pelos Barberini, uma família aristocrática da Roma Antiga, e possui dois andares destinados a cerimônias funerárias, além de um subterrâneo.