Conservador convida extrema-direita para governo na Áustria

Sebastian Kurz fez convite formal para negociações ao FPÖ

O líder do partido conservador Partido Popular (ÖVP), Sebastian Kürz, informou nesta terça-feira (24) que convidou a sigla ultranacionalista e de extrema-direita Partido para a Liberdade (FPÖ) para formar uma coalizão em seu governo.

"Decidi convidar Heinz-Christian Strache [líder do partido] para negociações em vista da formação de um governo", disse o mais jovem futuro líder de governo do país. Se for confirmada a coalizão, será a primeira vez em quase 20 anos que a extrema-direita voltará a ser parte fundamental de um governo austríaco.

Kürz e seu partido conquistaram uma vitória considerada ampla na Áustria nas eleições do dia 15 de outubro. O ÖVP teve 31,5% dos votos contra 26,9% do antigo governo do país, o Partido Social-Democrata (SPÖ), que deve passar para a oposição. Já o FPÖ ficou em terceiro com 26%.