Estado Islâmico ataca base no Iraque onde estavam militares americanos

Militantes do grupo terrorista Estado Islâmico atacaram uma base militar no norte do Iraque onde se encontravam conselheiros militares americanos.

De acordo com a Reuters, que cita fontes nos serviços de segurança, dois homens-bomba ativaram um explosivo perto da entrada da base K1 na província de Kirkuk. Mais três extremistas foram liquidados pelos destacamentos peshmerga que controlam o território adjacente.

"Eles estavam vestidos de uniforme parecido com o dos curdos peshmerga, tinham a barba rapada e aparência semelhante à nossa", declarou um dos militares.

Na sequência do ataque morreram dois curdos da milícia, mais seis resultaram feridos.

Atualmente os militares iraquianos e a coalizão liderada pelos EUA estão realizando uma operação da libertação de Mossul. Em março de 2017 forças governamentais declararam terem cercado completamente os terroristas e cortado todas os meios de comunicação com os extremistas na Síria. Militares iraquianos afirmam que controlam dois terços da parte ocidental de Mossul.

> > Sputnik