Trump pede que 'nações civilizadas' se unam para atacar a Síria

No discurso em que justificou o ataque com mísseis contra o território sírio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu que as "nações civilizadas" se juntem à ação militar. "Convoco todas as nações civilizadas a se juntarem a nós e perseguirem o fim da matança e do derramamento de sangue na Síria e também acabar com todas as formas de terrorismo", disse em sua residência em Mar-a-lago.    

Trump, que estava em um jantar com o presidente chinês Xi Jinping durante a ação militar, lembrou do ataque com arma química da última terça-feira (4), o qual atribui ao regime de Bashar al-Assad.    

"Não pode haver dúvida sobre se a Síria usou ou não armas químicas", defendeu o mandatário acrescentando que "Assad sufocou homens, mulheres e crianças inocentes". "Até mesmo lindos bebês, bebês, foram cruelmente assassinados nesse ataque bárbaro."    

>> Antes 'fã', Le Pen critica ataque de Trump à base na Síria

Da 'Ansa Brasil'