Itália abre seleção para escolher diretor-gerente do Coliseu

Novidade faz parte da criação do Parque Arqueológico do Coliseu

O Ministério dos Bens Culturais da Itália abriu as inscrições para o novo cargo de diretor-gerente do Parque Arqueológico do Coliseu nesta segunda-feira (27).

As inscrições, que devem ser feitas no site do Ministério, informam que o escolhido ficará por quatro anos no cargo com um salário anual de 145 mil euros - mais eventuais bônus por resultados que não ultrapassarão o valor de 35 mil euros por ano.

Segundo o ministro Dario Francheschini, esse "é o último e mais precioso pedaço da reforma do sistema nacional de museus". "A importância e a fama do Coliseu asseguram o amplo eco internacional e o alto profissionalismo para o concurso", acrescentou.

O monumento mais famoso de Roma agora faz parte do Parque Arqueológico do Coliseu, que inclui ainda o Anfiteatro Flavio, o Monte Palatino, o Foro Romano e a Domus Aurea (Casa Dourada). A mudança no ponto turístico ocorre após alterações semelhantes, feitas desde 2014, em mais de 30 museus e sítios culturais da Itália.