UE espera que Irlanda e Irlanda do Norte continuem em paz após Brexit

O Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, alertou nesta quinta-feira que a União Europeia não concordará com um endurecimento na política de fronteiras entre Irlanda e Irlanda do Norte após a saída do Reino Unido do bloco.

"Nós não queremos fronteiras duras entre a Irlanda do Norte e a República (da Irlanda). Queremos que o Acordo da Sexta-feira Santa não seja colocado em risco e queremos que as fronteiras terrestres estejam tão abertas quanto possível", declarou Juncker em coletiva de imprensa após um encontro com o premier irlandês, Enda Kenny, em Bruxelas. 

Ainda de acordo com o presidente da Comissão Europeia, os desafios da Irlanda no que se refere a essa relação com o país vizinho após o Brexit são, na verdade, desafios de toda a Europa.