Itália restaura 12 fontes no sítio arqueológico de Pompeia

Oito delas estão funcionando e fazem alegria de turistas

O sítio arqueológico de Pompeia conta agora com 12 fontes históricas restauradas. Apesar de não ter ocorrido uma cerimônia de inauguração oficial, elas dão aos turistas a oportunidade de saciarem sua sede e de tirarem selfies com os "novos" monumentos. 

No entanto, das 12 fontes, apenas oito fornecem água e elas entrarão em operação três de cada vez, para que sejam evitados danos às estruturas antigas.    

Entre as fontes restauradas, a mais famosa é a Fontana da deusa da Concordia. Toda branca, ela representa o rosto de uma senhora com olhos grandes, vestida com uma túnica mórbida e segurando uma cornucópia (uma espécie de vaso antigo em forma de chifre). 

Erroneamente, seu nome foi mudado pelos primeiros arqueólogos para Deusa da Abundância. É por este equívoco que, no sítio arqueológico de Pompeia, a rua em que ela está localizada foi batizada Rua da Abundância, umas das principais da cidade antiga.    

Essa é mais uma etapa do projeto de reforma do sítio arqueológico de Pompeia, do governo italiano, que também já entregou ao público a casa "erótica" dos Vetti e o Domus, em novembro do ano passado.