'Le Monde': Lagarde aconselha Fillon a "abrir mão da imunidade presidencial" se for eleito

Reafirmando seu apoio ao candidato, ele aponta que assim "ele iria mostrar sua boa fé"

Matéria publicada nesta sexta-feira (10) pelo Le Monde conta que Jean-Christophe Lagarde, presidente do partido político francês L'Union des démocrates et indépendants, reafirmou nesta manhã seu apoio à candidatura de François Fillon. 

A reportagem destaca que Lagarde aconselhou o candidato presidencial, envolvido em alguns escândalos, deve "se comprometer com o povo francês a não ter imunidade presidencial neste caso", caso seja eleito.

De acordo com Lagarde, "ele iria mostrar a sua boa fé, uma vez que François Fillon se diz injustiçado." 

> > Le Monde Lagarde conseille à Fillon de « ne pas faire jouer l’immunité présidentielle » s’il est élu

O juiz do  MP de Seine-Saint-Denis juiz, diz que desta forma portanto, a campanha poderia continuar "no debate de ideias."

Mr. Lagarde, no entanto, reafirmou o seu apoio ao candidato da direita, indicando que não havia "nenhum plano B":

"Se não houver um candidato que representa a direita e centro, quem vai ganhar a eleição presidencial? Marine Le Pen. Seria um suicídio em massa para o nosso país".

A UDI (L'Union des démocrates et indépendants) está atualmente em discussões com o partido republicanos para chegar a um acordo sobre as nomeações para as legislaturas de 11 e 18 de Junho.

O presidente da UDI também disse nesta sexta-feira que "muitas coisas vão mudar" no programa do candidato da direito com relação à segurança social:

"Eu vou deixar o candidato anunciar em poucos dias", disse ele.